Diderot - Obras V: O Filho Natural; Dorval e Eu

Autor(es): Guinsburg, J. (ORGANIZAÇÃO)

Editora: Perspectiva




Por: R$ 35,00

COLEÇÃO: Textos - volume 12 - TRADUÇÃO e NOTAS: Fátima Saadi - PEÇAS DESTA EDIÇÃO: "O Filho Natural" - "Se o senhor está convencido, disse-me ele, de que seja uma tragédia, e de que exista entre a tragédia e a comédia um gênero intermediário, então estamos entre dois ramos do gênero dramático ainda incultivados e que apenas esperam pelos autores. Faça comédias num gênero sério; faça tragédias domésticas e tenha certeza de que lhe estão reservados aplausos e imortalidade. Sobretudo, deixe de lado os golpes teatrais. Procure quadros; aproxime-se da vida real e tenha, antes de mais nada, um espaço que permita o exercício da pantomima em toda a sua amplitude. [...] O que torna uma peça cômica, séria ou trágica é menos o tema e mais o tom, as paixões, os personagens e o interesse. Os efeitos do amor, do ciúme, do jogo, da vida desregrada, da ambição, do ódio, da inveja podem fazer rir, refletir ou tremer" - argumenta Diderot neste "Filho Natural" do Iluminismo do século XVIII e de seu sentimentalismo pré-romântico, que antecipam, com a visão de seu gênio, não só as entregas novelescas do drama burguês e do melodrama ou as vivências poéticas do Romantismo, como toda uma tendência que levará o teatro para o palco da modernidade. 

ISBN: 978-85-2730-8298

Edição/Ano: 1ª edição, 2008

Paginas: 192

Encardenação: Brochura

Comprimento: 21,00 cm.

Largura: 12,50 cm.

Altura: 0,90 cm.

SUMÁRIO

Nota do Editor ... 9
Cronologia ... 11
Nota Sobre a Tradução ... 15
FILHO NATURAL
   Ato I ... 33
   Ato II ... 43
   Ato III ... 53
   Ato IV ... 69
   Ato V ... 83
DORVAL E EU
   Primeira Conversa ... 99
   Segunda Conversa ... 115
   Terceira Conversa ... 149

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.