A Ópera Inglesa

Autor(es): Coelho, Lauro Machado

Editora: Perspectiva




Por: R$ 79,00

COLEÇÃO: A História da Ópera - volume 10 - A morte prematura de Henry Purcell retardou o projeto de criação de uma ópera nacional inglesa. Só na passagem do século XIX para o XX, durante uma fase conhecida como "Renascença Musical Britânica" é que, com autores como Vaughan Williams, Dekius, Ethel Smyth, Rutland Boughton, a ópera inglesa começou a adquirir um perfil próprio, claramente. Mas isso não significa - como procura demonstrar o crítico e pesquisador Lauro Machado Coelho, neste décimo volume da História da Ópera - que a Grã-Bretanha não tivesse, desde os primórdios da dinastia Tudor, uma vida musical rica e diversificada. Primeiro panorama abrangente, a ser publicado em português, da arte musical britânica, este livro reconstitui o percurso dessa produção desde o século XVII. Mas, principalmente, dá especial atenção ao desabrochar, no século XX, a partir de Britten e Tippett, de uma criação operística fervilhante, que deu nomes tão diversificados quanto Maxwell Davies e Rodney Bennett, Birtwistle e Taverner, Mark-Anthony Turnage e Thomas Adès.

ISBN: 85-2730-7294

Edição/Ano: 1ª edição, 2005

Paginas: 440

Encardenação: Brochura

Comprimento: 25,50 cm.

Largura: 18,00 cm.

Altura: 2,50 cm.

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.