Britannicus

Autor(es): Racine, Jean

Editora: Larousse




Por: R$ 19,90

Livro raro - ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Antigo; Rasura somente na folha de guarda, com nome a caneta na parte superior; Regular. Edição em papel jornal, portanto com folha de guarda, folha de rosto e corte das páginas com manchas amareladas, devido à ação do tempo. Capa, contracapa e lombada originais, porém recuperadas, pois estavam soltas, e também com manchas amareladas, devido à ação do tempo.

EDIÇÃO EM FRANCÊS - COLEÇÃO: Classiques Larousse -  Depois do triunfo de “Andromaque” (1667), os partidários de Corneille declararam que Racine seria sempre o pintor sem sal nem açúcar do amor galante. “Britannicus” (1669), tragédia romana e política inspirada em Tácito, Suetonio e Sêneca, vem para encarar o desafio. Essa atmosfera de polêmica explica o semi-fracasso da peça quando da primeira representação no Hôtel de Bourgogne, que aconteceu em 13 de dezembro. Corneille, sozinho e hostil em um camarote; os connaisseurs que esperavam um segundo Quinault; e um público reduzido pela concorrência de uma execução na place de Grève, não reconheceram na nova tragédia senão a beleza dos versos e a qualidade da interpretação. Mas logo a corte e esses mesmos connaisseurs, distanciados de sua surpresa e de sua severidade, julgaram a obra por seu verdadeiro valor, que não seria quase nunca mais contestada. De 1680 até 1932, “Britannicus” foi representada 850 vezes na Comédie Française. Também Racine, cujo sucesso tinha aplacado a suscetibilidade, ouviu as sugestões inteligentes e amigáveis de Boileau, eliminando, em um segundo prefácio (1676), as injustas violências que enfraqueciam a primeira edição (1670).

ISBN: Não consta

Edição/Ano: 41ª edição, 1933

Paginas: 91

Encardenação: Brochura

Comprimento: 17 cm.

Largura: 11 cm.

Altura: 0,6 cm.

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.