Artaud e o Teatro

Autor(es): Virmaux, Alain

Editora: Perspectiva




Por: R$ 74,90

COLEÇÃO: Estudos - volume 58 - TRADUÇÃO: Carlos Eugênio Marcondes Moura - Para quem se interessa pelo teatro moderno, a vida de Antonin Artaud tornou-se um ponto de referência obrigatório. Ele é citado, reivindicado e manipulado pelas principais correntes cênicas da atualidade. Muitos vêem nele a figura inspirada e profética, não só de uma nova dramaturgia, como de um teatro totalmente renovado. É o teatro do corpo, do gesto e do grito com que os contemporâneos de Grotowski e do Living Theatre esperam revolucionar profundamente a arte cênica. Mas, diante de tudo o que já se escreveu e se mencionou a seu respeito, surge uma dúvida legítima: será que Artaud é efetivamente conhecido e seus experimentos e idéias são de fato bem compreendidos? Neste livro, Alain Virmaux tenta, após uma pesquisa minuciosa, responder às questões essenciais que balizam o universo de pensamento e criação do autor do "Teatro da Crueldade" e que se apresentam muitas vezes obscurecidas pelas complexas e insólitas relações de Artaud com o mundo teatral. Textos e documentos inéditos ou até agora pouco acessíveis completam este trabalho fundamental - primeiro estudo de conjunto em questão.

ISBN: 978-85-2730-2210

Edição/Ano: 2ª edição, 2009

Paginas: 408

Encardenação: Brochura

Comprimento: 22,50 cm.

Largura: 12,50 cm.

Altura: 2,00 cm.

SUMÁRIO

 

PREÂMBULO ... 1

Falar de Artaud ... 1

A Máscara do Mito ... 3

Teatro ou Poesia ... 4

 

1. DA EXIGÊNCIA DO TEATRO AO HOMEM-TEATRO ... 9

   O Sofrimento ... 9

   O Teatro: Uma Exigência e uma Necessidade ... 12

   Um conflito interior permanente ... 12

   Uma necessidade de comunicação ... 13

   Uma ânsia de unidade ... 14

   Um instrumento de ação sobre o mundo ... 15

   Pontos de Referência Biobibliográficos ... 16

   Permanência Efetiva da Teatralidade ... 17

   Toda uma obra sob o signo do teatro ... 18

   A dramatização da palavra ... 19

   Uma forma permanente de expressão dramática: a correspondência ... 20

   A obsessão dualista ... 23

   Um comportamento teatralizado ... 24

   O homem-teatro ... 25

 

2. DA CONDENAÇÃO DO TEATRO OCIDENTAL À REIVINDICAÇÃO DE UM TEATRO MÁGICO E CRUEL  ... 35

   Grandes Linhas Provisórias ... 35

   Primeiras Aproximações de uma Visão Teatral  ... 37

   Uma Prática Evidente do Teatro ... 39

   Dados Permanentes do Projeto de Artaud ... 42

   A crueldade ... 42

   O duplo ... 44

   O transe ... 46

   As Obsessões: Temas e Procedimentos ... 49

   O incesto ... 49

   A roda ... 51

   Os manequins ... 53

   As dissonâncias ... 55

   A atualidade ... 57

   Evoluções e Variações ... 61

   A atitude social ... 62

   O julgamento de si ... 64

   O emprego das máquinas ... 66

   A encenação ... 68

   O lugar cênico ... 70

   O acaso ... 72

   O Drama das Palavras ... 76

   As metáforas ... 77

   A tentação do estilo e sua superação ... 79

   A luta contra a palavra: etapas e resultados ... 84

   A desintegração da palavra ... 89

 

3. DOS INTERCESSORES AOS APARENTADOS ... 113

   Uma Dinastia Espiritual ... 113

   Inspiradores dos Séculos Passados ... 115

   Artaud e Sêneca ... 116

   Artaud, Shakespeare e os elisabetanos ... 119

   Artaud e o Século XIX Alemão ... 121

   Artaud e Büchner ... 121

   Artaud, Kleist e Hölderlin ... 123

   Artaud e Nietzsche ... 124

   Dramaturgos Próximos ... 126

   Artaud e Strindberg ... 126

   Artaud e Jarry ... 128

   Artaud e Pirandello ... 132

   Grandes Correntes do Pensamento Revolucionário ... 134

   Artaud e o futurismo ... 134

   Artaud e Dadá ... 136

   Artaud, o surrealismo e o “grand jeu” ... 139

   Teóricos do Teatro Contemporâneo ... 141

   Artaud, Appia e Craig ... 141

   Artaud e os teóricos alemães e russos. O caso Brecht ... 146

   Artaud, Copeau e o Cartel ... 150

   Convergências de Toda Espécie: Sua Riqueza e seus Limites ... 156

   Artaud e os pintores ... 158

   Artaud e os músicos ... 159

 

4. DOS FRACASSOS PROVISÓRIOS ÀS RESISTÊNCIAS DURADOURAS ... 175

   Os Fracassos: Seu Caráter Permanente e Inelutável ... 175

   O ator de teatro ... 176

   O homem de cinema ... 177

   O organizador e o animador de teatro ... 180

   O autor e o encenador ... 182

   A ação sobre o espectador ... 184

   Os Fracassos: Significação e Superação 186

   Curvas e paralelas do fracasso e da depuração das realizações ... 187

   Curvas cruzadas do fracasso e da implantação em profundidade ... 189

   Resistência e Objeções: Sua Admissibilidade e seus Limites ... 191

   Objeção histórica ... 192

   Objeção da ambigüidade ... 194

   Objeções às carências e à falências ... 195

   A carência revolucionária ... 196

   A carência poética ... 198

   A falência ... 198

   Objeção ao idealismo ou ao desconhecimento do público ... 199

 

5. DAS REPERCUSSÕES IMEDIATAS À FECUNDIDADE PÓSTUMA ... 219

   A Extensão de uma Irradiação ... 219

   Influências Imediatas: Os Contemporâneos ... 220

   Roger Vitrac e o teatro do incêndio ... 220

   O teatro de virulência ... 222

   Sylvain Itkine, Jean-Louis Barrault, Roger Blin, 

   Jean Vilar ... 223

   Ionesco e Beckett ... 226

   Adamov, Ghelderode, Tardieu, Vauthier, Genêt, 

   Pichette e o teatro da ruptura ... 226

   Correntes Atuais: Filhos ou Herdeiros de Artaud?  ... 234

   O happening ... 235

   Marc’O, Jack Gelber, o psicodrama e o teatro americano ... 239

   Peter Brook ... 242

   O Living-Theatre … 245

   O teatro-laboratório de Jerzy Grotowski  ... 249

   Uma Nova Geração: Ler ou Viver Artaud? ... 254

   Abordagens metódicas de Artaud ... 255

   Uma etapa decisiva: viver Artaud ... 256

   Artaud e a revolução através do teatro ... 259

   Além do teatro: o lugar de Artaud na criação de hoje ... 263

 

CONCLUSÃO: UM TEATRO IMPOSSÍVEL?  ... 297

DOSSIÊ

LISTAS-REPERTÓRIO ... 297

TEXTOS DE ANTONIN ARTAUD ... 305

   Cartas Inéditas ... 305

   Textos Raros ... 313

   Notas da Encenação de Antonin Artaud para Os Cenci ... 336

TEXTOS SOBRE ARTAUD ... 355

   Textos Inéditos ... 355

   Três Textos Maiores ... 361

   Documento ... 376

BIBLIOGRAFIA ... 379

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.