Agamenon

Autor(es): Ésquilo

Editora: UnB




Por: R$ 15,00

ESTADO DE CONSERVAÇÃO: Antigo; Rasura somente na folha de guarda, com um carimbo no canto superior; Ótimo.

TRADUÇÃO: Pulquério, Manuel de Oliveira - Todos esperam por Agamenon, rei das tropas argivas que combatem em Tróia, resgatando Helena. E os efeitos dessa espera difundem as mais diversas emoções. Ao tornar dramaticamente visível este efeitos, Ésquilo leva a imaginação ao maior limite de sua possibilidade: o teste do olhar. Aqui nasce verdadeiramente o teatro, nessa tensão entre o palco e a platéia, entre ficção e a realidade. O iminente retorno do rei é desfiada em recordações e perspectivas múltiplas como se a história se mostrasse a si mesma, sem mediação narrativa. As imagens são mais importantes que os fatos. 

ISBN: 85-2300-453X

Edição/Ano: 1ª edição, 1997

Paginas: 77

Encardenação: Brochura

Comprimento: 21,1 cm.

Largura: 14 cm.

Altura: 0,4 cm.

Após se diferenciar dos rituais religiosos, em função de sua especificidade artística, o teatro surge como nova forma de expressão para uma sociedade nova que emerge na pólis grega. "Agamenon", de Ésquilo atesta essa reviravolta cultural helênica. Encenada em festivais dramáticos em honra ao deus Dioniso, reinterpretando o legado tradicional épico de Homero, este teatro conjuga os tempos da cidade e o passado mítico. Em "Agamenon", pois, encontram-se os caminhos da história, entre as novas leis da razão e as velhas leis do sangue, um tribunal para a pólis, e um sacrifício para os deuses. No século V antes de Cristo, o Ocidente encontrava a encruzilhada que lhe deu origem.  

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.