A Ópera Alemã

Autor(es): Coelho, Lauro Machado

Editora: Perspectiva




Por: R$ 100,00

COLEÇÃO: A História da Ópera - volume 3 - Keiser e Telemann, Mozart e Haydn, Weber e Wagner, Richard Strauss, Hindemith, Kurt Weill - foi enorme a contribuição dos países germânicos para a arte lírica, tão rica e variada quanto a da própria Itália, onde o gênero nasceu. Os domínios germânicos foram os primeiros, aliás, fora da Itália, a se interessar pela nova fórmula de teatro musical surgida em Florença em 1597: Salzburgo ouviu sua primeira ópera em 1614. O surgimento e evolução do drama musical no território de fala alemã - que inclui não só a Alemanha, a Áustria e a Suiça, mas também autores de origem húngara e tcheca de formação cultural germânica - é o tema deste volume sobre "A Ópera Alemã". Mas o jornalista e pesquisador Lauro Machado Coelho não se limitou aos nomes consagrados. Deu igual importância a compositores muito significativos que, neglicenciados durante anos, estão hoje em processo de plena reavaliação. Aqui, o leitor encontrará a análise detalhada da obra dos injustamente esquecidos Ludwig Spohr, Heinrich Marschner e Hermann Götz; de Siefried Wagner, muito tempo obscurecido pela sombra gigantesca do pai; dos neo-românticos Schmidt, Zemlinsky, Schreker, Korngold; ou de Goldschmidt e Ullmann, compositores judeus varridos para debaixo do tapete pela repressão nazista. É toda uma série de autores fundamentais, a respeito dos quais é sempre escassa a informação disponível na bibliografia básica sobre o gênero. Da "Dafne" de Heinrich Schütz, cantada perto de Dresden em 1627, à produção de Gottfried von Einem, que morreu em 1996, o leitor encontrará neste livro um panorama abrangente e aprodundado do teatro musical germânico.

ISBN: 978-85-2730-2326

Edição/Ano: 1ª edição, 2011

Paginas: 568

Encardenação: Brochura

Comprimento: 25,50 cm.

Largura: 18,00 cm.

Altura: 3,00 cm.

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.