A Gênese da Vertigem - O Processo de Criação de 'O Paraíso Perdido'

Autor(es): Araújo, Antônio

Editora: Perspectiva




Por: R$ 54,90

COLEÇÃO: Estudos - volume 294 - A arte, pelo menos aquela que deixa um legado, tem seus fundamentos na linguagem, na comunicabilidade, na pertinência e na permanência, o que não quer dizer que, ao aparecer, obras relevantes sejam imediatamente reconhecidas. Muitas vezes são ignoradas ou desprezadas, e outras, polemizadas ou contestadas. De fato, contemporaneamente, constatar ou atribuir valor a uma obra tornou-se tarefa das mais espinhosas e difíceis, seja pela multiplicação de técnicas e modos de apresentação, seja pela complexidade da discussão, em termos acadêmicos, ou ainda pela intensa especulação de um mercado que parece agir e reagir aleatoriamente. A cena teatral brasileira, entretanto, tem demonstrado sua vitalidade e seu frescor, distinguindo-se particularmente no ambiente artístico nacional. O Teatro da Vertigem, nesse contexto, tornou-se uma marca indiscutível desse vigor. Ao recusar uma liderança carismática e personalista e ao assumir o processo de criação como uma construção árdua e coletiva, de um lado, e ao incorporar o ambiente urbano, fazendo de edifícios e paisagens icônicas da cidade palco de seus espetáculos, de outro, o Teatro da Vertigem, agora comemorando vinte anos de estrada, renovou radicalmente a linguagem da arte, para além dos tablados e das fronteiras nacionais. Em "A Gênese da Vertigem", Antonio Araújo, diretor artístico e um dos idealizadores da companhia, relata o processo de criação de "O Paraíso Perdido", espetáculo inaugural do repertório do grupo e encenado pela primeira vez em 1992, na igreja de Santa Ifigênia, em São Paulo, descortinando ao leitor o fascinante making of deste que hoje se reconhece ser um marco da cena contemporânea brasileira.

ISBN: 978-85-2730-9318

Edição/Ano: 1ª edição, 2011

Paginas: 272

Encardenação: Brochura

Comprimento: 22,50 cm.

Largura: 12,50 cm.

Altura: 1,50 cm.

SUMÁRIO

Apresentação – Cecilia Almeida Salles . . . . . . . . . . . . . . . . . . . XI

GÊNESIS . . . . . . . . . . . . . . . .1
   Razões de Origem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1
   O Ensaio como Erro e Desobediência . . . . . . . . .3
   Vestígios e Método . . . . . . . . . . . . .8
   Cartografias . . 11

1. EM BUSCA DE UM ARTISTA - PESQUISADOR . . 17
   Observação Ativa . . 19
   Instrumentais do Artista-Pesquisador . 20

2. O DIÁLOGO DA ARTE -CIÊNCIA: A MECÂNICA CLÁSSICA EM CENA . . . . . . 29
   Primeira Fase da Pesquisa da Mecânica Clássica . . . . 35
      Primeira Semana de Ensaio . . 37
      Segunda Semana de Ensaio . . . . . . . . . 44
      Terceira Semana de Ensaio . . 54
      Quarta Semana de Ensaio . . . . 64
      Quinta Semana de Ensaio . . . . 72
   Segunda Fase da Pesquisa da Mecânica Clássica . . . 93
      Equilíbrio . . . . . . . . 94
      Quedas . . . . 95
      Demonstração de Trabalho na 44ª Reunião
      Anual da SBPC . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103

3. O DEPOIMENTO PESSOAL : AS VISÕES DO PARAÍSO E MEMÓRIA DA QUEDA . 107
   Princípios do Depoimento Pessoal . 110
   Workshops . . . . . . . . 114
   Exercícios . . 117
   Jogos . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
   Pergunta/Resposta . . 118
   Improvisações Livres e/ou Expressivas . 119
   Cenas . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
   Treinamento com Venda nos Olhos . 121

4. O PROCESSO COLABORATIVO: DA FÍSICA À METAFÍSICA . 131

5. A RESSIGNIFICAÇÃO DO ESPAÇO: IGREJA , TEATRO E CIDADE . . . . . . . 165

6. ÊXODO . . . . . 189
   Anexos:
      1. Oficina Yashi . . . . . . . . . . . . . . . . 193
      2. O Paraíso Perdido: 1º Roteiro . . . . . . . . . . 198
      3. O Paraíso Perdido: 2º Roteiro . . 210
      4. O Paraíso Perdido: Roteiro Final . . . . 211
      5. Ficha Técnica do Espetáculo . 220

Bibliografia . . . . . . . . . . 223
Crédito das Imagens . . . 229

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.