A Cultura das Aparências - Uma História da Indumentária (Séculos XVII-XVIII)

Autor(es): Roche, Daniel

Editora: SENAC SP




Por: R$ 117,00

Ainda não havia as top models, mas bonecas eram despachadas de Paris para o mundo. Também não existiam as semanas de moda; no entanto, hotéis parisienses já organizavam exibições de frágeis manequins que só foram substituídos por um método de difusão mais prático: a imprensa feminina, cujo desenvolvimento foi apenas uma das facetas da transformação da sociedade nos séculos XVII e XVIII. No dia a dia, a revolução da indumentária modificava a maneira como as pessoas viam umas às outras.

ISBN: 978-85-7359-5369

Edição/Ano: 1ª edição, 2007

Paginas: 526

Encardenação: Brochura

Comprimento: 24,90 cm.

Largura: 18,20 cm.

Altura: 2,80 cm.

SUMÁRIO

Apresentação à edição brasileira - Denise Bernuzzi de Sant'Anna

I - Para uma história da indumentária
1. Vestimentas e costumes?
2. O efeito Quicherat e suas rupturas
3. História, moda e sistemas indumentários do século XVII ao século XIX

II - A economia dos guarda-roupas
4. Para uma compreensão do sistema indumentário parisiense
5. A hierarquia das aparências na Paris de Luís XIV a Luís XVI
6. O conteúdo dos armários do período clássico à Revolução
7. A invenção da roupa-branca
8. O triunfo das aparências: nobres e roupas
9. A disciplina das aparências: o prestígio do uniforme

III - Produzir, vender, roubar: a distribuição das aparências
10. Dos ofícios aos clientes: a economia indumentária parisiense
11.Dos ofícios aos clientes: alfaiates, costureiras, comerciantes de roupa-branca e negociantes de moda
12. Do roubo à revenda: outro aspecto do comércio de roupa
13. Os cuidados com a roupa: da decência ao asseio

IV - A verdade e a máscara
14. A roupa no romance
15. Roupas racionais e saudáveis
16. Modas da razão e razões da moda: o nascimento da imprensa de moda na França

Conclusão - A cultura das aparências: consumo e moralidade 

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.