40 Novelas de Luigi Pirandello

Autor(es): Pirandello, Luigi

Editora: Companhia das Letras


Avise-me


Produto indisponível no momento.

Caso deseje ser informado quando este produto estiver disponível em nosso estoque, digite seu nome e e-mail.

Nome:
Email:

TRADUÇÃO: Maurício Santana Dias - Muito antes de se firmar como um dos mais importantes e inovadores dramaturgos do século XX, Luigi Pirandello construiu sua reputação de escritor sobretudo a partir da divulgação de narrativas curtas, publicadas em vários jornais e revistas italianos desde o final dos anos 1880 até as vésperas de sua morte. Desse imenso conjunto de narrativas, que na década de 1920 o próprio autor passou a organizar sob o título de "Novelas Para um Ano", muitas serviram como uma espécie de matriz ou de "laboratório" para o conjunto da obra, reaparecendo em romances, peças teatrais, ensaios e poesias. "Seis personagens...", por exemplo, encenada pela primeira vez em 1921, foi o resultado da fusão de três contos - "Personagens", "Conversas com Personagens" e "A Tragédia de um Personagem" -, que o escritor siciliano começou a redigir e a publicar mais de dez anos antes. O volume está organizado de tal modo que o leitor poderá escolher vários percursos a trilhar no bosque da ficção pirandelliana: pode simplesmente ir passando de um conto a outro, sem se preocupar com o conjunto da paisagem, ou pode se deter e apreciar a gênese de uma determinada peça, concentrada em um núcleo de textos, ou, às vezes, numa só narrativa, como é o caso do ato único "O Homem da Flor na Boca", germinado do conto "Com a Morte em Cima". A galeria de figuras, tipos e situações que esta edição dá a ver é, simultaneamente, uma síntese maior da obra de Pirandello e a expressão mais acabada da vida - e da história humana - como farsa trágica.

ISBN: 978-85-3591-1862

Edição/Ano: 1ª edição, 2008

Paginas: 504

Encardenação: Brochura

Comprimento: 23,00 cm.

Largura: 16,00 cm.

Altura: 2,50 cm.

0 Opiniões:

OPINE

Envie uma Opinião

Faltam 120 caracteres Coloque seu nome e e-mail. As críticas sem assinatura não serão publicadas.